RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



PIMENTEL. (Manuel) ARTE DE NAVEGAR.

EM QUE SE ENSINÃO AS REGRAS PRATICAS, e os modos de cartear, e de graduar a Balestilha por via de numeros e muitos problemas uteis á navegação, E ROTEIRO DAS VIAGENS, E COSTAS MARITIMAS de Guiné, Angola, Brazil, Indias, e Ilhas Occidentais, e Orientaes, Novamente emendado, e accrescentadas muitas derrotas. ... LISBOA, Na Offcina de MIGUEL MANESCAL DA COSTA. Anno M. DCC. LXII. [1762].

Fólio de 29x20 cm. Com [12], 603, [1] págs. il. com 21 gravuras extra texto.

Encadernação inteira de pele ao gosto da época.

Ilustrado no texto (pág. 11 uma gravura com a Rosa dos Ventos, pág. 14 círculo da Esfera), 2 gravuras extra texto com instrumentos náuticos, 1 gravura desdobrável extra texto com a tabela das tangentes para uso da balestilha e 18 gravuras em extra texto com as seguintes cartas náuticas:

1ª Porto Rico e Baia Honda, 2ª Havana e Porto Belo. 3ª S. Juan de Ullua e Baia de Matanças. 4ª Cabo da Boa Esperança e Baia de Lourenço Marques. 5ª Solor e Timor, 6ª Baia Fermosa e Baia de S. Agostinho na Ilha de S. Lourenço. 7ª Ilha de Anjoane. 8ª Ilha do Mascarenhas e Ilha de Zanzibar. 9ª Baia de Antão Gil na Ilha de S. Lourenço pela banda de fora, Ilha de S. Maria e Ilha da Ascensão. 10ª Baia da Passage e S. Sebastião. 11ª Santoña e Laredo, Santander e Luarca. 12ª Stanque de Vares e Coruña. 13ª Ponte-Vedra, Vigo e Bayona. 14ª Ilha de Cadiz. 15ªCartagena e Ilha Malhorca. 16ª Ilha de Ibiza e Ilha de Menorca. 17ª Marselha e Baia de Génova. 18ª Porto de Mesina e Ilha de Malta.

Obra clássica, impressa pela primeira vez no final do século XVII, segundo os conhecimentos náuticos portugueses. É verdadeiramente importante e valiosa para a cartografia, especialmente desde a edição de 1712, em que na realidade se fez uma nova obra debaixo do nome da edição anterior, introduzindo-se as gravuras das costas mais importantes para a navegação dos europeus.

Entre os muitos capítulos destaca-se o Apêndice, com algumas proposições geométricas e problemas astronómicos, o Roteiro das ilhas dos Açores e de Cabo Verde, Guiné, Angola, Brasil e Índias Ocidentais e Orientais, Costa de Espanha, Costa de Portugal e Mar Mediterrâneo, Roteiro e descrição da Ilhas Terceiras, Madeira, Canárias, e de Cabo Verde, Roteiro Da Terra Nova, dos Bacalhaus, entre outros.

Inocêncio VI, 83. “Esta Arte de Navegar grangeou muita auctoridade, e foi por longos annos havida por texto em Portugal, merecendo não menos applausos dos hydrographos estrangeiros. Ainda em 1830 parece se tractava de fazer d’ella uma nova edição.” “ Esta obra que o auctor deixara quasi composta, foi publicada posthuma com additamnetos e emendas por seu filho Manuel Pimentel Villa-boas, que lhe sucedeo no cargo de cosmographo-mór.”

Barbosa Machado 3, 340. Borba de Moraes. Bibliogr. Bras. 2, 672.

 Binding: full calf.

Arte de Navegar is a precise and practical treatise on navigation, charts, navigation tools, equation tables and nautical aids. This is a seminal text on navigation coming from the old Portuguese nautical tradition. Therefore a classic work although it has been first printed in the late seventeenth century, according to the old Portuguese nautical knowledge.

It is really important and valuable for mapping, especially since the 1712 edition, which in reality was a new work under the name of the previous edition, introducing the maps of the most important coasts for European navigation. It is not limited to search Atlantic Ocean itineraries, but contains written instructions to follow the main routes of navigation all over the world, giving a concise briefing to captains and crews in their voyages to the coasts of Guinea, Angola, Brazil, Indies (West and Eastern) and the Far East (China, Macau, Philippines, etc.).

Illustrated with 3 engravings representing navigational instruments, a table of tangents to use the astrolabe, compass, circle of the sphere to find tides, plus 18 h. t. charts: 1st Honda Bay and Puerto Rico, 2nd Havana and Porto Belo. 3rd St. Juan de ullu Bay and Matanzas. 4th Cape of Good Hope and Baia de Lourenço Marques. Solor and Timor 5th, 6th and Baia Fermosa S. Island of St. Augustine Lawrence. 7th Anjoane Island. 8th Mascarenhas Island and Island of Zanzibar. 9th Bay on the Isle of Anthony Gil S. Lawrence outside the band, Island of S. Mary and Ascension Island. 10th St. and Bay of Passage Sebastian. 11th Santoña and Laredo, Santander and Luarca. 12th Stanque of Vares and Coruña. Ponte Vedra. 13th. Vigo and Bayona. 14th Isle of Cadiz. 15th Cartagena and the island Mallorca. 16th island of Ibiza and the island of Menorca. 17th Bay of Marseille and Genoa. 18th port of Messina and Malta.

Among the many chapters it is highlighted the Appendix with some propositions, geometric and astronomical problems, the roadmap of the Azores Islands and Cape Verde, Guinea, Angola, Brazil, and East and West Indies, Coast of Spain, Coast of Portugal and the Mediterranean Sea, and description of the Roadmapfor Third Islands, Madeira, Canaries and Cape Verde, Script From the Newfoundland cod, etc.. Bibliographer Inocêncio VI, 83. ‘The Art of Navigating gained a lot of fame and has been for many years a reference in Portugal, being also acclaimed by foreign hydrographers.

Barbosa Machado 3, 340. Borba de Moraes. Bibliographic. Bras. 2, 672.

 

 

 

Referência: 1404JC004
Local: M-10-B-25


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters