RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



FRACASTORO, Girolamo. OPERA OMNIA

QVORVM NOMINA sequens pagina plenius indicat. ACCESSIT INDEX LOCVPLETISSIMVS. Ex Tertia Editione, Cum Illustriss. Senatus Veneti decreto. VENETIIS, APVD IVNTAS. M. D. LXXXIIII. [1584].

In 8º gr. (23x17 cm) com [22], 213, [1] fólios.

Encadernação da época em pergaminho rígido, com vestígios de atilhos e título manuscrito na lombada.

Ilustrado no texto da primeira obra - Homocentricorum sive de Stellis - com desenhos geométricos das órbitas dos planetas do sistema solar e quadros de dados dos seus movimentos, nomeadamente da Lua.

Exemplar ligeiramente aparado à cabeça e com anotações marginais coevas. Apresenta dois títulos de posse manuscritos sobre a folha de rosto: "Del Dr. Don Fernando Coronel, Anno Dm 1714" e "De Licenciado Barahona y Sotomaior".

Obra com o seguinte índice: Homocentricorum sive de Stellis: De cansis Criticorum dierum; De Sympatya, & Antipathis rerum; De Contagionibus, & Contagiosis morbis, & eorum curatione; Naugerius sive de Poetica; Turrius sive de Intelectione; Frascatorius sive de Anima; De Vini temperatura Sententia; Poemata Syphilidis, sive de morbo Gallico; Poemata Ioseph libri duo; Poemata Carminum.

Girolamo Fracastoro (1483-1553) foi médico e professor de lógica em Pádua e um investigador de grande inteligência e cultura. A sua "Opera Omnia" inclui trabalhos tão diversos como astronomia e cosmologia, um livro sobre o contágio das doenças infecciosas, livros de lógica sobre o intelecto e a alma, poesias, incluindo um poema épico sobre um pastor chamado Syphilus que foi amaldiçoado por Apolo com uma doença terrível. O poema sugere a utilização de mercúrio e “guaiaco” (pau-rosa) para curar essa doença, hoje chamada sífilis.

Frascatoro teve fama reconhecida na sua época, foi companheiro de Copérnico em Pádua e escreveu, 5 anos antes deste, a obra «Homocentricorum sive de Stellis» que contém um desenvolvimento bastante moderno da astronomia da Antiguidade.

Sobre o contágio das doenças infecciosas, Frascatoro sugeriu pela primeira vez a existência de um “contágio vivo” ou sementes de natureza viva, as quais conhecemos hoje como micróbios. Assim Frascatoro introduz a necessidade da esterilização e o conceito de contágio directo e indirecto, sendo considerado o pai da moderna patologia.

A Opera Omnis de Frascatoro constitui, assim, um excelente exemplo da cultura Renascentista, humanista e enciclopédica, retornando ao gosto pelos autores clássicos e ao estudo de matérias muito diversas, no entanto todas elas (desde a astronomia até à poesia) abordadas com muita profundidade e realismo.

 In 8º gr. (23x17 cm); [22], 213, [1] folios

Binding: Contemporary hard parchment, handwritten title on spine and traces of clasps strands.

Illustrations within the text on the first work, Homocentricorum sive de Stellis, showing geometrical drawings of the orbits of the solar system planets and tables with data of their movement, especially the moon.

Copy with slightly trimmed top edges. Contemporary side notes. It presents two handwritten ownership titles on the title page: "Del Dr. Don Fernando Coronel, Anno Dm 1714" and "De Licenciado Barahona y Sotomaior".

Index of the work: Homocentricorum sive de Stellis: De cansis Criticorum dierum; De Sympatya, & Antipathis rerum; De Contagionibus, & Contagiosis morbis, & eorum curatione; Naugerius sive de Poetica; Turrius sive de Intelectione; Frascatorius sive de Anima; De Vini temperatura Sententia; Poemata Syphilidis, sive de morbo Gallico; Poemata Ioseph libri duo; Poemata Carminum.

Girolamo Fracastoro (1483-1553) was a medicine doctor and logics teacher in Padua and also a researcher of high intelligence and culture. His "Opera Omnia" includes a wide and varied range of subjects, like astronomy and cosmology, a book on the contamination of infectious diseases, logics books on the mind and soul and poetry, including an epic poem about a shepperd called Syphilus who was cursed by Apollo with a terrible disease, The poem suggests using mercury and "guaiaco" as a cure, for that disease now known as Syphilis.

Frascatoro was famous in his time, worked with Copernicus in Padua and wrote, 5 years before him, the «Homocentricorum sive de Stellis» containing a quite modern development of the Antiquity astronomy.

On the contamination of infectious diseases, Frascatoro suggested, for the first time, the existence of a "living contamination", or the existence of live seeds, which are today known as germs. Thus he introduces the need of sterilization and the concept of direct and indirect contamination, being considered the father of modern pathology.

The Opera Omnis of Frascatoro is an excellent example of the humanistic and encyclopaedic Renaissance culture, returning to the classic authors and the study of a wide range of subjects, all of them (from astronomy to poetry), however, approached in a deep and realistic way.

Ref.: Biblioteca matematica italiana, I, 482. SALLANDER, Biblioteca Walleriana, 3169.

Referência: 1404JC021
Local: M-4-B-6


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters