RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



AVILA E DE BOLAMA. (António José, General Marquez d’) A NOVA CARTA CHOROGRAPHICA DE PORTUGAL.

Por… Director geral dos trabalhos geodesicos e topogaphicos. Tomo I: Noticias relativas a trinta das suas folhas. Tomo II: Noticias relativas a vinte e cinco das suas folhas. Tomo III: Noticias relativas a vinte e quatro das suas folhas. Typographia da Academia Real das Sciencias. Lisboa. 1909 – 1914.

Obra em 3 volumes de 27x18 cm. Com 497, 526 e 514 págs.

Encadernações da época com lombadas e cantos em pele, pastas em papel decorativo marmoreado. Nervos e ferros a ouro decorativos na lombada, com título e numeração dos volumes também a ouro em rótulos vermelhos.

Ilustrado e contendo desdobráveis com mapas e cartas.

Exemplar com extensas dedicatórias manuscritas e assinaturas do autor nas folhas dos anterrostos do 1º e do 3º volume; títulos de posse tardios sobre as folhas de rosto.

Inocêncio XX, 240. “António José de Avila (2.º), marquez de Avila e de Bolama, sobrinho e herdeiro do antecedente, nasceu a 7 de novembro 1842. Assentou praça em 1866 e seguiu com aproveitamento o curso militar para o corpo do estado maior, em que foi promovido até o posto de coronel em 1893. Tem exercido varias commissões militares e civis, entre as quaes a de presidente da camara municipal de Lisboa, director dos serviços da commissão geodesica e outros, deputado ás côrtes nas legislaturas de 1879, 1880 1881, 1882 1884 e 1884 1889. Em 1886, 1890 e 1894 tomou assento na camara dos dignos pares por ter sido nomeado pelos districtos do Porto e de Villa Real; e em 1901 entrou na mesma camara alta por nomeação regia.

Fôra agraciado com o titulo de conde de Avila em 1890 e elevado á categoria de marquez de Avila por diploma de 1903. É gran cruz, commendador e cavalleiro de varias ordens militares nacionaes e estrangeiras, e pertence a diversas corporações scientificas. Ha annos recebeu a graduação de general de brigada.

E. 0000) Nova carta corographica de Portugal. Tomo I. Noticia relativa a trinta das suas folhas. Lisboa, typ. da Academia Real das Sciencias, 1909. 8.º gr. de 482 pag. Com o retrato do 1.° marquez de Avila e de Bolama, tio do auctor, que lhe fez a dedicatoria affectuosa, e mais 17 estampas. No fim vem desdobravel a carta de Portugal na escala de 1/1.300:000 mostrando a disposição das cartas de 1/60:000 É obra de grande importancia, que tem sido lisongeiramente apreciada, sobretudo por valiosas notas historicas que encerra. O illustre auctor trabalhava na continuação (julho, 1910)'.

Referência: 1407JC012
Local: M-1-C-10


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters