RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



CALVETE DE ESTRELLA. (Juan Cristobal) EL FELICISSIMO VIAIE D’EL MUY ALTO Y MUY Poderoso Principe Don Phelippe,

Hijo d’el Emperador Don Carlos Quinto Maximo, desde España à sus tierras de la baxa Alemaña: con la description de todos los Estados de Brabante y Flandres. Escrito en quatro libros, por Iuan Christoual Caluete de Estrella. Con Gracia y Priuilegio de la Imperial Majestad, para todos sus Reynos, Estados y Seõrios, por quinze Años. En Anuers, en casa de Martin Nucio. Año de M. D. L I I. [1552].

In fólio de 27x19 cm. Com [8], 335 , [19] folios.

Encadernação da época em pergaminho flexível com o título manuscrito na lombada e com vestígios de fechos de atilho nas pastas.

Ilustrado com uma gravura no verso do último fólio preliminar, contendo um arco triunfal neoclássico com a sua nomenclatura arquitectónica.

Exemplar com leves trabalhos de traça marginal e sem perda de texto; e com sublinhados e anotações a lápis, manuscritas de várias épocas, e colocadas na margem do texto.

Obra publicada nos últimos anos do reinado do Imperador Carlos V. Relata a viagem do Princípe Filipe (futuro Filipe II de Espanha e Iº de Portugal) aos Países Baixos. Encontram-se referências a D. João II, e à presença de Portugal em Antuérpia e na Flandres, nos fólios 318; 235 e 302.

A obra enquadra-se na passagem de poderes (abdicação e cedência) do Imperador. Nos últimos anos da sua função Imperial ocorreram os seguintes factos:

Em 1548 o documento proposto por Carlos V - o Interin de Augsburgo - não foi aceite pelos Protestantes, nem pelo Papa, A cidade de Magdeburgo, centro da resistência protestante, é banida do Império. Em 1552 Maurício da Saxónia, responsável pela aplicação do decreto, armou-se secretamente e surpreendeu o Imperador. Derrota de Carlos V em Innsbruck. O Imperador e os Príncipes protestantes assinam o Tratado de Nassau. 1552-1556 Guerra entre Carlos V e Henrique II de França que tinha ocupado Metz, Toul e Verdun. Em 1553. Maurício da Saxónia derrota Alberto marquês de Brandenburgo-Culmach em Sievershausen, mas foi ferido mortalmente. Em 1554 Assinatura do Tratado de Crépy. 1555. Supressão violenta de uma revolta anti calvinista em Genebra. A cidade tornou-se um centro de refúgio para protestantes ingleses e franceses e um ponto de radiação da doutrina calvinista. 1555 Assinatura da Paz de Augsburgo, pela qual se reconhece aos protestantes a liberdade de culto e de propriedade. Os príncipes territoriais e as cidades livres que, à data, tinham aceite a confissão de Augsburgo passaram a ter liberdade de culto, o direito de introduzirem a Reforma nos seus territórios (jus reformandi) e direitos iguais aos dos estados católicos. 1556. Carlos V assina a Paz com Henrique II de França. Abdicação de Carlos V. em Bruxelas (com efeito em 1558). Carlos V abdica a favor do seu filho Filipe II a soberania dos Países Baixos, Castela, Leão, Aragão e a Catalunha, Navarra, Nápoles Sardenha, Sicília, o Ducado de Milão e as Índias. A função imperial e as possessões dos Habsburgos foram entregues ao seu irmão Fernando I. Carlos viveu no mosteiro de Yuste, tendo ali morrido em 1558.

 Binding: contemporary flexible parchment with manuscript title on spine and signs of closure straps.

Illustrated with engraved plate on the last folio, depicting a neo-classic triumphal arch with its architectural nomenclature.

Light worming with no text loss. Underscores and pencil notes on the margins, handwritten and from different periods.

Work published in the last years of the reign of Emperor Charles V. It describes the voyages of Prince Philip (future Philip II of Spain and I of Portugal) to Germany, Brabante, Flanders and the Netherlands. There are references to King João II, and the presence of Portugal in Antwerp and Flanders in folios 318; 235 and 302.

This work fits in with the transfer of powers (abdication and transfer) of the Emperor Charles V. In the last years of his Imperial function the following events occurred:

In 1548 the document proposed by the Emperor - the Interin of Augsburg - and it was not accepted by Protestants nor by the Pope. The city of Magdeburg, the centre of the Protestant resistance, is banished from the Empire. In 1552 Maurice of Saxony, responsible for implementing the decree, armed secretly and surprised the Emperor. Defeat of Charles V in Innsbruck. The Emperor and the Protestant Princes sign the Treaty of Nassau. In the years 1552-1556 there was a war between Charles V and Henry II of France who had occupied Metz, Toul and Verdun. In 1553 Maurice of Saxony defeated Albert Marquis of Brandenburg-Culmach in Sievershausen, but was mortally wounded. In 1554 there was a signature of the Treaty of Crépy. In 1555 occurs the violent suppression of anti Calvinist revolt in Geneva. The city has become a refuge center for English and French Protestants and a radiation point of the Calvinist doctrine. In 1555 was signed the Peace of Augsburg, which recognizes the Protestants freedom of worship and property. The territorial princes and free cities that had accepted the Augsburg Confession had now freedom of worship, the right to introduce the Reformation in their territory (jus reformandi) and equal rights of Catholic states. In 1556 Charles V signed the Peace with Henry II of France. In the same year occurred the the abdication of Charles V in Brussels (effective in 1558). Charles V abdicated in favour of his son Philip II the sovereignty of the Netherlands, Castile, Leon, Aragon and Catalonia, Navarre, Naples, Sardinia, Sicily, the Duchy of Milan and the Indies. The imperial role and the possessions of the Habsburgs were delivered to his brother Ferdinand I. Charles lived his last years in the monastery of Yuste, in Spain, and died there in 1558.

Palau 40491: «Fol. 8 h. incluso 1 lam. 335, 19 h. El autor era catalán y su apelido e sen rigor Calvet, pero castellanizado resultó Calvete. Su libro esta bien escrito y tiene aprecio. 300 pts. P. Vindel, 1933. 10 libras 10 chelines Ellis, 1936, 350 pts. Lib. Layetana, 1940. Este texto fue reproducido por la Sociedad de Bibliofilos Españoles, 1930 [...]»

Referência: 1504JC024
Local: Feira Madrid 2019


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters