RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



ALBUM FOTOGRAFIAS – SÉC. XIX – ÁSIA. FILIPINAS.

Circa 1870-90. De 27,5x23 cm. Com 26 fólios, contendo 31 fotografias (30 albuminas e 1 cianotipia).

Encadernação da época em percalina vermelha, cansada.

Um belo álbum de viagens do final do século XIX, contendo fotografias (albuminas) colocadas com uma sequência não justificada, nem acompanhada de comentários, de notas ou títulos de posse que permitam a sua identificação imediata. Através de uma análise demorada e confrontada dos conteúdos, verificamos que se trata de uma recolha e colecção pessoal de imagens das Filipinas, enquanto colónia espanhola, realizada por um autor desconhecido que, no entanto, supomos ser um fotógrafo europeu  não profissional, também fazendo parte dos grupos retratados, visivelmente compostos por europeus abastados, possivelmente ingleses.

O corte dos formatos das fotografias é errático e aleatório variando grosseiramente entre 6x9 cm e 15x20 cm conforme abaixo descrito. A série (colada na sua sequência original sobre os fólios cartonados do álbum) começa com a recolha de imagens de uma casa de campo particular, possívelmente no sul das Filipinas, na ilha de Cebu, e mais adiante as imagens retratam Manila, num periodo da festa filipina anual, com as ruas decoradas com arcos engalanados temporários, a larga entrada de Manila pelo rio Passig, a fotografia da consulado inglês em Manila, perto dos grandes Paseos de Luneta e de Magellanes.

Intercalam-se, na sequência das imagens deste álbum, as enormes e vetustas igrejas dominicanas com as imagens das delicadas casas tradicionais, de tipologia colonial e rural, certamente pertencentes a alguns dos indivíduos fotografados. Surge uma fotografia isolada de uma grande estátua chinesa, que não é natural encontrar-se em território filipino, e tratar-se-à de uma imagem tomada algures na China, ou perto desta, já no continente asiático. O álbum termina com repetição, em prova fotográfica, de uma imagem inicial do mesmo.

 

 Photo Album of the 19th century - Asia - Philippines.

Date: 1870-90.

Dim.: 27.5x23 cm.

Contains: 26 folios with 31 photographs (30 albumins and 1 cyanotype).

Binding: Contemporary in red percaline, a bit worn.

A beautiful travel album from the end of the 19th century.

Since there were no notes or captions that allowed an immediate identification, we analysed the contents and came to the conclusion that it is a private collection of pictures from the Philippines, at the time still a Spanish colony.  The pictures were probably taken by an European amateur photographer.

The photos depict several wealthy European people (probably English), as well as several views of festivities, monuments (mainly Dominican churches), and views of Manila.  An apparently random photo of a Chinese statue is included and we presume it was taken somewhere in China (or near China), since it is not likely that such a statue was in the Philippines at the time.  

 

 Relação das albuminas por sequência:

1. Quatro europeus sentados em cadeiras de fibra (ratan) colocadas num jardim natural, em volta de uma mesa de jogo, aberta, com cartas, vestidos com traje de passeio e chapéu de coco, em pose informal. Formato 11x15 cm.

2. Casa filipina com jardim de palmeiras e muro de pedra num local de terra molhada. Formato 11,5x17,8 cm.

3. Fotografia com 3 europeus e um aio nativo. Dois dos homens também aparecem na fotografia anterior. Formato 10,7x15,9 cm.

4. Casa filipina nativa em nipa e colmo, com varandas de tradicionais balaustradas torneadas e um cercado em cana de bambu entrelaçada. Formato 11,5x17,8 cm.

5. Grupo de seis homens europeus, provavelmente ingleses ou do norte da Europa, em pose informal num jardim exterior, em volta de uma mesa com uma garrafa de vinho do Porto e respectivos cálices, encontrando-se um deles a tocar uma espécie de bandolim. O grupo tem dois homens em pé, três homens sentados em cadeiras de ratan e dois homens sentados no chão. Formato 14,6x10 cm.

6. Casa colonial de pedra e cal, típica do sudeste asiático no século XIX: piso térreo apenas fechado com um ligeiro caniçado, primeiro andar em pedra e cal com balaustrada e colunata, telhado em colmo, jardim com vasos orientais, casa ou cozinha de apoio em colmo. Formato 13,3x20,4 cm.

7. Três europeus vestidos em traje de passeio e chapéu de coco num jardim de bambu, sentados em cadeiras de ratan.  Formato 6,3x9,5 cm.

8. Panorama de uma igreja de grandes dimensões, com uma torre sineira de 3 andares, e ao lado de uma casa colonial murada com grandes blocos de pedra. Trata-se, possivelmente, da Igreja de Oslob, em Cebu, Visayas, no sul das Filipinas. A importância do muro ser fotografado em primeiro plano é que se tratou de uma obra defensiva contra as incursões dos piratas mouros. [Oslob Church, Cebu, with perimeter stone fence and near the sea]. Formato 11x15,3 cm.

9. Casa filipina totalmente em madeira, nipa e placas de vime entrelaçado, balaustradas torneadas e janelas abertas, vendo-se uma pessoa com dois gatos. Formato 10,3x15,3 cm.

10. Idem outra casa filipina com uma viatura de tracção à porta, estando rodeada por milheiral e bananeiras. Formato 11,5x18 cm.

11. Vista de uma casa nativa dentro de uma plantação de coqueiros e bananeiras. Formato 15,5x10,4 cm.

12. Vista da fachada de uma igreja de grandes dimensões com três grandes arcadas e varandas no andar do coro alto em frente de um cruzeiro, tendo o prolongamento lateral em casa filipina. Trata-se da inconfundível Basílica da Virgem Negra de Quiapo na actual Plaza Miranda. [Church of Quiapo, Manila] Formato 10,4x15,5 cm.

13. Casa típica filipina ('bahay cubo'), totalmente em fibra, com janela de esteira na qual se vêem bem os padrões do entrelaçado tradicional. Formato 10x15,5 cm.

14. Vista de uma igreja, ao estilo de um mosteiro de grandes dimensões, com várias «bahay cubo» do lado oposto. Formato 11x15 cm.

15. Fotografia dos membros do mesmo grupo de europeus retratados nas fotografias iniciais (nº 1 , 3, 5, e 7). Sete homens vestindo uma mistura entre o traje europeu e o traje filipino: 2 homens com chapéu de coco, 3 homens com chapéus coloniais e 2 com chapéus de aba larga, todos eles vestidos com as tradicionais camisas filipinas (barongs), sem gola e de mangas muito largas. Formato 10.5x16,5 cm.

16. Vista da fachada de uma grande casa de província de uma família abastada, no estilo misto de europeu e filipino; i.e. o piso térreo em pedra e primero andar em nipa e fibra vegetal com telhado em colmo. Formato 8,7x13 cm.

17. Panorama junto às margens de um rio (possívelmente o rio Passig perto de Manila), com grandes canoas suspensas em estacarias de bambu e uma ponte pedonal também em bambu. Formato 11x15,4 cm.

18. Vista de uma casa em madeira e fibra de bambu com balaustradas em madeira, janelas em biombo e telhado em colmo. Formato 10x15 cm.

19. Grupo de europeus (7 homens e 1 mulher) sentados no campo em cadeiras de verga. Um dos homens encontra-se fardado com um uniforme espanhol de cavalaria, apresentando o seu dólmen com as mangas em estilo filipino. Formato 10x13,8 cm.

20. Panorama de uma rua decorada com arcos festivos (provisórios), com elementos góticos e bandeiras cruzadas (sendo uma delas a espanhola) e um escudo com um frase quase ilegível (onde julgamos ler «Casernas de la China España»). Do lado direito da foto existe um muro com pilares muito idênticos aos que se podem ver em postais da época (1908) com o muro da igreja de Santa Cruz. Formato 15x20 cm.

21. Outro panorama do mesmo tema com os arcos festivos efémeros em frente de duas igrejas, sendo a do lado esquerdo a Igreja de Santa Cruz em Manila, conforme se pode aferir, noutra imagem da época, pela sua torre octogonal . Esta rua é a que se prolonga mais adiante na famosa Calle Escolta. Formato 15,2x20,5 cm.

22. e 23. Esta duas imagens completam os panoramas do mesmo local e do mesmo momento: a sereníssima Baía de Manila – vulgo Manilla Bay - na foz do Rio Passig, com 4 grandes veleiros ocidentais ancorados ao largo (armados em escuna e em barca) sendo um deles um grande clipper da rota do chá da China. Estas duas fotos em formato de postal: 10x15 cm.

24. Panorama de plantações de milho rodeadas por uma geografia montanhosa, onde se vislumbra o recorte simétrico do monte Mayon (tipo monte Fuji) no meio da fotografia, visto nitidamente no perfil  das montanhas. Formato 15x19 cm.

25. Panorama, em estilo de uma marina, que inclui uma igreja com uma escadaria de 3 lances em pedra que comunicam com o rio onde se encontram canoas monóxilas e outras de fino acabamento em madeira no estilo próprio do trimaran filipino, tanto no casco como na armação das velas. A igreja tem no seu tímpano uma coroa sobre um nicho no qual se vê o perfil da imagem do Santo Niño. Ao lado da igreja – e comunicando por uma balaustrada – encontra-se um edifício onde flutua uma bandeira (não identificável). Na praia encontra-se uma pequena casa-cubo típica dos pescadores filipinos. A igreja e a localização ribeirinha são muito identicas à Igreja do Santo Niño, em Cebu - local do desembarque de Magellan - no entanto a sua identificação final necessita de um estudo mais exaustivo, e sempre compensador pela beleza desta foto. Formato 15,5x20,5 cm.

26. Imagem com uma casa senhorial filipina – uma típica construção com o piso térreo do género «pombalino» e o andar superior em madeira - com uma enorme balaustrada percorrendo 15 janelões frontais e 9 janelões laterais. Mostra em cada fachada uma bandeira, sendo nitidamente a bandeira do Reino Unido. A outra bandeira parece ser uma repetição da primeira. O edifício deverá ser o Consulado da Inglaterra em Manila. Formato 15x20 cm.

27. Panorama da foz do Rio Passig com o Monumento a Magellan (Fernão de Magalhães) tal como se encontrava na sua localização inicial e original no Paseo de Magellanes, em frente da Aduana, ou seja colocado no grande descampado fora do Intramuros, em frente a edifícios governamentais que se caracterizam pelos seus mastros de bandeiras (os quais poderão ser a Aduana, ou delegações e embaixadas estrangeiras). Encontram-se muito perto do rio, onde se podem ver os mastros dos grandes navios. Trata-se uma imagem raríssima, provavelmente única na sua perspectiva fotográfica, e de um valor incalculável na iconografia de Manila. Esta imagem encontra-se na sequência e no contexto das fotografias 22 e 23 na sequência apresentada neste álbum, aumentado em conjunto a sua importância iconográfica. Notar que em Manila, e noutras capitais asiáticas, o edifício da alfândega se encontrava ladeado pelos principais parceiros diplomáticos e comerciais. Formato postal 10x15 cm.

28. Vista de uma pequena casa colonial filipina, no campo, com a mesma tipologia das anteriormente fotografadas, com alçados de 3x3 e janelões sobre a balaustrada de madeira torneada. Com 15,1x20,3 cm

29. Vista de casas nativas filipinas, muito modestas, na tipologia das pequenas casas-cubo palafitas, totalmente em vime ou nipa, com os habitantes em pose, nomeadamente um rapaz sobre um carabau (búfalo-de-água anão). Formato 15,2x20,3 cm.

30. Fotografia de dois homens junto a estátua - colocada após 3 fólios em branco - os quais podemos reconhecer individualmente nas fotografias anteriores, no entanto encontram-se num local da Ásia, fora das Filipinas. Os homens, vestidos com fatos completos europeus e chapéus de coco, encontram-se junto a uma estátua chinesa de um mandarim ou imperador. Formato 19,3x13.8 cm.

31. Fotografia, em prova de cianotipia, com a reprodução ou cópia da albumina anterior já apresentada com o nº 6 nesta sequência. Tratava-se, provavelmente, da casa da pessoa que realizou as fotografias, a qual preservou mais uma prova. Verificamos que nesta prova o conteúdo do negativo foi menos aparado. Formato 15,4x20,9 cm.

Referência: 1510JC005
Local: M-3-D-8


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters