RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



FERREIRA DA COSTA. (Rodrigo) A LYRA INGENUA.

Ou os trabalhos poeticos de um moço academico. 2ª. Edição, aumentada. Impressão Régia. Lisboa. 1818.

De 17x12 cm. Com 111 págs, Encadernação com lombada e cantos em percalina.  

A 1ª edição desta obra, publicada anónima em Toulouse, no ano de 1814, foi a estreia literária do autor. 

Rodrigo Ferreira da Costa, (Setúbal, 1776 - Lisboa, 1825), poeta, musicólogo, filólogo e matemático. Licenciado em Leis (1800) e em Matemáticas (1804) pela Universidade de Coimbra, foi oficial na secretaria do Comando Geral do Exército e acompanhou o Ajudante-General até ao final da Guerra Peninsular, em 1814. Em 1821 foi deputado às Cortes Constituintes e, em 1823, foi provido no lugar de Lente da Academia Real de Marinha. Também foi membro da Academia Real das Ciências de Lisboa.  

Estudioso de diversas matérias, pode considerar-se como o primeiro musicólogo português, sendo também profundos os seus conhecimentos filológicos e linguísticos (dominava várias línguas, incluindo o grego e o latim).

A Academia Real das Ciências de Lisboa, publicou em 1820 e 1824 os dois volumes dos seus Princípios de Música.

Inocêncio VII, 170. 

 

Referência: 3003SS070
Local: SACO SS16


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters